turismosul.com.br
Home Santa Catarina Rio G do Sul Contato

   Antonio Prado RS. Legado da tradição italiana.   
 

    Carregamento de Vídeo, aguarde. Clique para iniciar

Com pouco mais de 13 mil habitantes, Antônio Prado, no Rio Grande do Sul, é uma cidade que encanta a todos que por ela passam. Nesse município, os dias e as noites são italianos. Dentre as várias casas existentes, de bela e particular arquitetura, quarenta e oito (48) são tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). É o maior acervo arquitetônico em área urbana referente à imigração italiana no Brasil.

Nas ruas pacatas, podemos encontrar pessoas falando em dialeto vêneto, o que lembra outros tempos, lugares e situações. Eis, então, um dos motivos que fazem de Antônio Prado "A Cidade mais Italiana do Brasil".

A cidade também conta sua história através dos reconhecidos corais, das danças folclóricas e das manifestações de fé. Estas, por sua vez, marcam a história local, onde a religiosidade é ponto forte, podendo ser vista em diversos locais e momentos: em igrejas, nos capitéis do interior do município, na gruta natural, em festas religiosas, nas frequentes procissões, entre outros.

A beleza da cidade estende-se ao artesanato, que é único e apurado. Das mãos habilidosas de senhoras pradenses são produzidas peças de frivolité, macramê, crivo, bainha aberta, entre outras técnicas com linha. O artesanato local também pode ser encontrado em peças feitas com palha de milho e de trigo. Neste recanto italiano no sul do Brasil, manter viva a cultura italiana é natural, e orgulha a todos que aqui vivem.

Museus e Exposições

Antônio Prado tem mais de 100 anos de história, que estão preservados no museu da cidade, que também faz parte da história, pois inclui-se no acervo arquitetônico tombado com Patrimônio Histórico Nacional.

No seu acervo, mais de 500 objetos contam a história de um cotidiano de muito trabalho e singelas alegrias. O enxoval das italianinhas, as louças e talheres que serviam para degustar um pescoço recheado ou uma fotáia, os cálices para o vinho da pipa, o arado, o lampião, os trituradores. As fotografias testemunham os momentos em que a comunidade juntou as mãos e trabalhou duro para embelezar a cidade.